Prêmio Operário: Atriz Convidada (Comédia)

Kristin Chenoweth – Glee

Personagem extremamente histriônica, sem um grande desenvolvimento por parte do roteiro, porém Kristin Chenoweth marcou sua presença nessa temporada nas séries de comédia. Em Glee, ela usou sua voz a seu favor e soube como se infiltrar naquele mundo extremamente bizarro e em nenhum momento ser engolido por ele, mesmo o roteiro a levando para caminhos tortuosos em sua segunda participação.

Outras Indicadas:

Kathleen Turner (Californication)
Shelley Long (Modern Family)
Judith Ivey (Nurse Jackie)
Megan Mullally (Parks and Recreation)
Kathy Bates (The Office)

Vencedoras Anteriores: 2008 – Amy Ryan (The Office), 2009 – Amy Ryan (The Office)

Prêmio Operário: Direção (Comédia)

Community – “Modern Warfare” – Dir.: Justin Lin

Era necessário uma direção segura e genial para esse episódio funcionar, pois apenas o roteiro e atuações afiadas não seriam o suficiente, e Justin Lin conseguiu. O modo como aproveitou o clima ação/comédia para criar as situações foi incrível, principalmente nas cenas de paródia e a tentativa e acerto ao equilibrar a fotografia com os enquadramentos vindos de um filme ao estilo Bourne, mas sem a câmera tremida.

Outros Indicados:

Californication (Mia Culpa)
Cougar Town (Scare Easy)
Modern Family (Pilot)
Nurse Jackie (Pilot)
The Office (Niagara)

Vencedores Anterioes: 2008 – Entourage (Welcome to the Jungle), 2009 – The Office (Stress Relief)

Prêmio Operário: Ator Convidado (Drama)

Walton Goggins (Justified)

Nunca se entregando aos estereótipos de personagens parecidos, Goggins sabe administrar o lado puro e religioso, com o de assassino e bandido, sem nunca bancar a vítima ou o vilão, apenas um ser humano com falhas prontas para serem reparadas.

Outros Indicados:

Marc Blucas (Castle)
Michael O’Neill (Grey’s Anatomy)
Michael Arden (The Closer)
Garret Dillahunt (Lie to Me)
Dylan Baker (The Good Wife)

Vencedores Anteriores: 2008 – Glynn Turman (In Treatment), 2009 – Stephen Root (True Blood)

Prêmio Operário: Ator Convidado (Comédia)

Michael Sheen (30 Rock)

Tinha tudo para ser o personagem mais insuportável da temporada, mas química entre Sheen e Fey, além do talento indiscutível do ator, tornaram esse um dos melhores personagens a passar pela série durante seus quatro anos.

Outros Indicados:

Mike O’Malley (Glee)
Fred Armisen (Parks & Recreation)
Scott Foley (Cougar Town)
Will Arnett (Parks & Recreation)
Jason Sudeikis (30 Rock)

Vencedores Anteriores: 2008 – Rhys Coiro (Entourage), 2009 – Brian Sergant (Flight of the Conchords)

Prêmio Operário: Roteiro (Comédia)

Community (“Contemporary American Poultry”) – Escrito por: Emily Cutler & Karey Dornetto

Só por homenagearem Os Bons Companheiros sem cair no piegas, Community já merecia todos os prêmios por esse episódio, mas eles foram além, e recriam o conto do ápice e da queda de modo que funcionasse nesse universo louco e complexo que é essa universidade. Óbvio, sem contar que ainda tem os melhores diálogos do ano:
“Jeff: Oh, and for your information, I don’t even have an ego. My Facebook photo is a landscape!”

Outros Indicados:

Community (Modern Warfare)
Community (The Science Of Illusion)
Parks & Recreation (Telethon)
Parks & Recreation (Ron and Tammy)
The Office (Niagara)

Vencedores Anteriores: 2008 – Dinner Party (The Office), 2009 – Prime Minister (Flight of the Conchords)

Prêmio Operário: Atriz Convidada (Drama)

Martha Plimpton (Fringe)

Com apenas um episódio Martha Plimpton deixou sua marca em Fringe, como uma policial apaixonada pela sua profissão, mas também pelos seus companheiros. O modo como ela foi encurralada em toda a loucura de Fringe, e como conseguiu sair de tudo isso foi fantástico.

Outras Indicadas:

Allison Janey (Lost)
Sarah Paulson (Grey’s Anatomy)
Amy Acker (Dollhouse)
Evan Rachel Wood (True Blood)
Mary McDonnell (The Closer)

Vencedoras Anteriores: 2008 – Mare Winningham (Boston Legal), 2009 – CCH Pounder (The No1 Ladies’ Detective Agency)

Prêmio Operário: Atriz Coadjuvante (Comédia)

Alison Brie (Community)

Ela conseguiu passar da caricatura para uma personagem extremamente contida, sempre que os roteiros e as situações pediram, e sem nunca perder a essência da Annie do episódio piloto, meiga e inocente, mas ao mesmo tempo muito certa do quer.

Outras Indicadas:

Julie Bowen (Modern Family)
Jane Lynch (Glee)
Jane Krakowski (30 Rock)
Christa Miller (Cougar Town)
Merrit Wever (Nurse Jackie)

Vencedores Anteriores: 2008 – Elizabeth Perkins (Weeds); 2009 – Jane Krakowski (30 Rock)

Prêmio Operário: Direção (Drama)

Mad Men – “Guy Walks Into An Advertising Agency” (Dir.: Lesli Linka Gallter)

Lesli Linka Glatter conseguiu montar uma sequencia de cenas incríveis nesse episódio, desde a escolha correta de carregar o melodrama com o evento bizarro no escritório, até a exposição contida nos rostos dos atores em momentos de maior fragilidade.

Outros Indicados:

True Blood (“Timebomb”)
Breaking Bad (“One Minute”)
Lie to Me (“Grievous Bodily Harm”)
Grey’s Anatomy (“I Saw What I Saw”)
Lost (“The End”)

Vencedores Anteriores: 2008 – Breaking Bad (“Pilot”), 2009 – The No 1 Ladies’ Detective Agency (“Pilot”)

PRÊMIO OPERÁRIO: SÉRIE REVELAÇÃO

E aqui começo minha premiação pessoal, de novo.

SÉRIE REVELAÇÃO

Community (NBC)

O significado de evolução pode ser encontrado nessa primeira temporada de Community, que começou como uma série de comédia comum, lado a lado com outras da emissora, e logo se tornou a que melhor juntou risadas, gags, cultura pop e um elenco afiadíssimo.

Outros Indicados:

Justified (FX)
Cougar Town (ABC)
Modern Family (ABC)
Parenthood (NBC)
The Vampire Diaries (CW)

Vencedores anteriores: 2008 – Mad Men (AMC), 2009 – True Blood (HBO)

Melhores de 2009: Direção.

O filme tem seus detradores e amantes e bla, bla, bla, porém é inegável a força que a direção impõe à ele, e tudo isso só é possível graças a visão incrível de Bigelow e o tom urgente que ela passa em cada frame.

Outros Indicados (ordem de preferência):

James Gray (Amantes)
Clint Eastwood (Gran Torino)
Olivier Assayas (Horas de Verão)
Quentin Tarantino (Bastardos Inglórios)