Arquivos do Blog

Prêmio Operário: Ator Convidado (Comédia)

Matt Damon – 30 Rock

Dentre todas as escolhas para o substituto de Michael Scott, James Spader apresentou o personagem mais interessante, graças a sua atuação e roteiro, mas o principal é que Spader realmente conseguiria carregar uma série como The Office. Eddie Izzard em United States of Tara mostrou que tinha muito a acrescentar à série. Will Arnett mais uma vez teve uma participação impecável em 30 Rock.

Matt Damon conseguiu fazer comédia e participar dos melhores arcos de 30 Rock, principalmente em seu auge em Double-Edged Sword. Jim Rash teve as melhores falas e fantasias em Community. Ricky Gervais pegou o personagem mais irritante de Louie e mesmo assim conseguiu se destacar na simplicidade.

Indicados:

Matt Damon (30 Rock)
James Spader (The Office)
Will Arnett (30 Rock)
Jim Rash (Community)
Ricky Gervais (Louie)
Eddie Izzard (United States of Tara)

Vencedores Anteriores: 2009 – Brian Sergant (Flight of the Conchords), 2010 – Michael Sheen (30 Rock)

Filmes do Oscar: Bravura Indômita

Depois da poeira tomar conta do blog, e da minha vontade finalmente aparecer. Resolvi voltar. Mas com nada tão apurado, apenas uma série de posts com um breve comentário sobre cada um dos 10 indicados a melhor filme.

Bravura Indômita é uma adaptação do livro homônino de Charles Portis, apesar de muitos considerarem um remake do filme feito em 1969 com John Wayne (que lhe rendeu Oscar de Melhor Ator). Aqui os Coen mais uma vez entram no mundo do western, e conseguem manter a fidelidade de muitas obras consagradas, como Os Imperdoáveis e McCabe & Mrs. Miller. Todos os diálogos envolvendo a protagonista  (Hailee Steinfeld, ótima) no começo do filme, já é a marca consagrada dos filmes dos irmãos, que conseguiram balancear diálogo espertinho e ação da maneira correta. No mais, Jeff Bridges está sensacional como o federal bêbado, assim como Matt Damon e seu LaBouef, um Ranger que preza pelo lado correto do serviço. Cotação: A-